Gestão governamental entra na pauta de Conselho da FIEMG

Equipe IDDE Por Equipe IDDE | 4 de novembro de 2016
Categoria: Sem categoria

fiemg

Conselho de Assuntos Metropolitanos e Municipais debate melhorias na gestão da máquina pública

A melhor eficiência da gestão governamental foi debatida, no dia 03/11, pelo Conselho de Assuntos Metropolitanos e Municipais (CAMM) da FIEMG. Na sede da entidade, em Belo Horizonte, os empresários e conselheiros receberam representantes da SmartGov, start-up de consultoria em gestão no poder público – braço do Instituto para o Desenvolvimento Democrático (IDDE) –, e o vice-prefeito de Itabira, Reginaldo Calixto. Esteve em pauta também a revisão da legislação de licitações.

“Os debates que promovemos no Conselho buscam a construção de cidades inteligentes com participação efetiva da sociedade. E para que isso aconteça, é fundamental a gestão eficiente do poder público”, afirmou o presidente do CAMM, Frederico Aburachid. Foi nesta linha que o consultor sênior da SmartGov, Rodolfo Pereira, apresentou a start-up. Ela atua para a implantação de que chamou de governança criativa. “O foco é na melhoria da gestão pública, com especial interesse nos Municípios”, apontou.

A SmartGov trabalha em quatro frentes – eficiência administrativa, organização financeira, inovação tecnológica, controle e participação. Pereira entende que atuando nesses temas pode oferecer aos governos possibilidades de melhorias efetivas no desempenho. “Com eles, conseguimos trabalhar produtos como planejamento estratégico, acordo de resultados, eficiência nas compras, governança da dívida ativa, governança tecnológica dos gabinetes, além de ferramentas como democracia e ouvidoria digital”, explicou.

O vice-prefeito de Itabira apresentou aos conselheiros ações do Município para a aceleração dos processos licitatórios. A cidade conta com uma lei local, a 4.672/14 que inverte as etapas das licitações. “Recebemos as propostas comerciais e depois fazemos a habilitação do vencedor. Isso evita de termos que analisar todos os participantes. Caso o ganhador esteja inabilitado, vamos para o segundo colocado e assim por diante”, explicou Calixto. Ele afirmou que o tempo dos processos chegou a cair de 75 para 40 dias.

Cidades inteligentes

No último mês, o CAMM recebeu representantes do Grupo Algar e conheceram o projeto de empreendimento urbanístico da Granja Marileusa. A área de dois milhões de metros quadrados, em Uberlândia, abrigará residências, comércio, serviços e espaços de convivência. “É importante conhecermos esse tipo de projetos no Conselho. Queremos debater soluções urbanas com participação da sociedade”, disse Aburachid.

Fonte: http://www7.fiemg.com.br/noticias/detalhe/gestao-governamental-entra-na-pauta-de-conselho-da-fiemg

 

Posts Relacionados