Justiça constitucional e mídia: perspectivas teóricas e empíricas sobre as influências da opinião pública sobre o supremo tribunal federal

AUTOR: Thiago Coelho Sacchetto

O artigo faz uma análise sobre as possibilidades que a abertura midiática dos julgamentos do Supremo Tribunal Federal traz para o desenvolvimento de um controle social sobre os argumentos exarados pelos Ministros da Corte. De forma analítica, examina hipóteses apontadas pela doutrina como orientadoras para o estudo acerca das influências da opinião pública, e de outros fatores externos, sobre a atividade jurisdicional das Cortes Constitucionais. Dedica especial atenção para o exame das características da imprensa comercial brasileira, a fim de que, derradeiramente, possa analisar a relevância do papel até então cumprido pela TV Justiça, analisando as diferenças entre mídias estatais e mídias comerciais.